Acadêmicos do Tatuapé é bicampeã do Carnaval de São Paulo

Na tarde desta terça-feira (13) foram somados os votos das escolas de samba que desfilaram no Grupo Especial de São Paulo, no Sambódromo do Anhembi. Com o enredo Maranhão. Os Tambores vão Ecoar na Terra da Encantaria, a Acadêmicos do Tatuapé levou o título de bicampeã este ano. Em 12017 também foi de O critério de desempate este ano foi o Mestre Sala e Porta-Bandeira. As notas dadas pelos jurados variaram de 8 a 10 pontos, descartando as menores notas de cada quesito, segundo a decisão que foi tomada em reunião na Liga das Escolas de Samba de São Paulo. A ordem da leitura das notas e dos quesitos foi a seguinte: 1º. Elolução 2º. Bateria 3º Enredo 4º. Samba Enredo 5º. Fatasia 6º. Comissão de Frente 7º. Alegoria 8º. Harmonia 9º. Mestre Sala e Porta Bandeira O desfile das campeãs no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, acontece na sexta-feira (16), com Acadêmicos do Tatuapé, Mocidade Alegre e Mancha Verde. Confira como ficou a classificação das agremiações este ano: 1- Acadêmicos do Tatuapé 2- Mocidade Alegre 3- Mancha Verde 4- Tom Maior 5- Dragões da Real 6 – Império de Casa Verde 7 – Gaviões da Fiel 8 – Rosas de Ouro 9 – Unidos de Vila Maria 10- Vai Vai 11- X-9 Paulistana 12- Unidos do Peruche Saiba mais sobre a agremiação: Fundação: 26/10/1952 Cores oficiais: Azul e branco Presidente: Eduardo dos Santos Carnavalesco: Wagner Santos Diretor de Bateria: Mestre Higor Rainha de Bateria: Andrea Capitulino Madrinha da Escola: Lecy Brandão Enredo de 2018: Maranhão. Os Tambores vão Ecoar na Terra da Encantaria Componentes: 2.500 Alas: 26 Alegorias: 05 Famosos no desfile: Leci Brandão Intérprete: Celsinho Mody Autores do samba: Fabiano Tenor, Mike e Luiz Ramos Letra do samba: Maranhão. Os Tambores vão Ecoar na Terra da Encantaria No mar! Foi no balanço do mar Que o sonho aportou na Ilha da Magia Lá tem palmeira onde canta o sabiá O Sol namora a beleza do lugar Cenário de poesia Tantas batalhas nesse torrão Herança de luta, cultura e amor Ôôôô, o negro tanto clamou A liberdade aos pés do Senhor Ô luar, ô luar Deixa a gira girar... Crioula Hoje tem canjerê, feitiçaria, ô Jêje-nagô, kaô meu pai Xangô Ê, tem cantoria! Eita povo festeiro! Teu folclore é tradição Ê, chora viola Preta Velha conta história, lendas desse chão Ô, quebra coco iá iá Matracas vão embalar Bumba-meu-boi, meu cazumbá Ouvindo reggae do bom É carnaval, vem curtir esse som É emoção, o meu pavilhão vai girar Na terra da encantaria Os tambores vão ecoar Viva São José, venha me valer Ilu ayê, ô, ilu ayê Tatuapé numa linda procissão Canta sua história... Oh! Maranhão